O sentimento de ter nascido na terra ou na família “errada”

O sentimento de ter nascido na terra ou na família “errada”

O sentimento de estar na família “errada” é bem pior que o sentimento de ter nascido na terra “errada”, pois podemos mudar de rua, bairro, cidade, estado ou mesmo de país, mas mudar de família? Parente fica parente, tanto faz o que aconteça. Família de sangue a gente não escolhe e não tem como mudar. Mas é possível sim encontrar sua família „certa”, mesmo que não se tenha elos sanguíneos com ela.

A qualidade de vida na Alemanha é melhor que no Brasil. Ponto.

A qualidade de vida na Alemanha é melhor que no Brasil. Ponto.

Pode ficar ofendido, dizer que eu tenho complexo de vira-lata, que não valorizo minhas raízes (como se eu fosse árvore!) e espernear o quanto quiser, mas nada disso mudará a realidade: a qualidade de vida na Alemanha é melhor que no Brasil e negar isso é sinal de má informação, de bairrismo infantil, de querer tapar o sol com a peneira e iludir a si mesmo.

Uma colher de arroz

Uma colher de arroz

Um prato de arroz, o que é um prato de arroz? Para muitos de nós, não é nada, tem até gente que acha que é comida de pobre. Mas para muita gente seria um manjar dos deuses. Deveríamos ter mais gratidão pelo que temos e reclamar menos da vida.

Por que pobre que deixa de ser pobre gosta de pisar em pobre

Por que pobre que deixa de ser pobre gosta de pisar em pobre?

Já é incompreensível ver gente rica de muito tempo tratando pobre como gente de segunda categoria, numa desumanidade que assusta. Mas ver gente que conheceu a pobreza se vestindo de arrogância e prepotência para se achar melhor que outros que (ainda) não conseguiram sair da pobreza é que não dá para entender mesmo.

Brasileiros no exterior e o choque da seriedade

Brasileiros no exterior e o choque da seriedade

Um problema comum de muitos brasileiros no exterior é isso que chamo de choque da seriedade: acostumados com a “bagunça“ no Brasil e com o jeitinho brasileiro de resolver as coisas, as pessoas se veem chocadas quando chegam em outro país e se cobra delas que ajam com seriedade, com compromisso e dentro das regras.

Todo mundo tem vícios. E aí, quais são os seus?

Todo mundo tem vícios. E aí, quais são os seus?

O problema da dependência/dos vícios atinge muito mais gente do que se acredita. Será que não somos todos viciados em alguma coisa, não temos todos nós nossas próprias “drogas”?

A Alemanha é um lugar maravilhoso, mas não é um paraíso!

A Alemanha é um lugar maravilhoso, mas não é um paraíso!

A Alemanha é um país bom para viver e muita coisa realmente funciona melhor, se comparado com outros países, mas também há problemas, coisas que não andam como deveriam andar e aqui também há panes escândalos e falcatruas, já que, afinal de contas, alemão também é gente e gente erra em qualquer lugar.